Horta nas escolas de São João da Barra

Projeto envolve inicialmente escolas do quinto e sexto distritos e visa à valorização das potencialidades agrícolas do município


13/04/2018 - Agricultura

Previous Next

(Mônica Terra)

Uma parceria entre a Prefeitura de São João da Barra, por meio das secretarias de Agricultura e de Educação e Cultura, juntamente com a empresa TechnipFMC, está desenvolvendo, a princípio, em três  unidades de ensino, o projeto “Horta nas escolas”. A iniciativa, que integra o Programa de Educação Ambiental da Flexibrás-Açu tem por objetivo incutir nos alunos da rede a valorização da potencialidade agrícola do município.

Outras questões trabalhadas através do projeto “Horta nas escolas” são o incentivo à fixação do homem no campo, evitando, assim, o êxodo rural; a potencialização do aprendizado, o despertar para o interesse por uma alimentação saudável, e a questão da formação de multiplicadores, que transferem seus conhecimentos para os familiares e amigos.

– Essa experiência de contato com a natureza é muito válida para os educandos, e contribui para o desenvolvimento de um trabalho muito significativo do professor com o aluno, já que é um laboratório vivo, e vários temas podem ser abordados de forma interdisciplinar – ressaltou Daniel Damasceno, secretário de Educação.

Os alunos, juntamente com a equipe técnica, fizeram a preparação do solo para o plantio. Como será necessária uma manutenção da horta, estudantes por turma, “apadrinharam” os canteiros, e vão se revezar durante os turnos para os cuidados. Nos finais de semana, os pais e zeladores da escola serão responsáveis pela manutenção.

As verduras e legumes escolhidos para serem cultivados e que vão compor a alimentação escolar são: alface, couve, couve-flor, cenoura, repolho, salsa, cebolinha, berinjela, beterraba, pimentão, aipim, batata doce e jiló.

Osvaldo Barreto, secretário de Agricultura, aponta que o resultado são alunos conscientes, “que levam para a vida ensinamentos ecológicos, porque há uma mudança de postura, em relação à natureza, cuidados e até mesmo as necessidades de uma alimentação saudável”.

Integram o projeto as escolas situadas no quinto distrito: Luiz Gomes da Silva Neto, em Enjeitado, e Luiz Délio Mendonça, em Campos de Areia. No sexto distrito, Manoel Ducas de Brito, em Caetá. “Projetos como esse são importantes para a formação de cidadãos conscientes e críticos com as questões relacionadas ao ambiente”, frisou Rosimery Leixas, diretora da escola Luiz Gomes da Silva Neto.