Você está em Notícias

  Educação     19/04/2017

Escolas comemoram Dia do Livro Infantil

Encenações de peças teatrais, leituras e canto foram algumas das atividades desenvolvidas.
A+   A-

(Mônica Terra)

O Dia Nacional do Livro Infantil foi comemorado na terça-feira, 18, nas escolas da rede municipal de São João da Barra. Criado em 2002, a data é uma homenagem ao escritor Monteiro Lobato, nascido em 18 de abril. Encenações de peças teatrais, leituras e canto foram algumas das atividades desenvolvidas.

 "Estamos empenhados em propiciar aos nossos alunos uma educação reflexiva, pautada na leitura e, consequentemente, na formação de cidadãos críticos", frisou a secretária de Educação, Lúcia Siqueira. 

Em Grussaí, o Centro Municipal de Educação Nossa Senhora Aparecida, por meio de professores, pedagogos, auxiliares de creches e serviços gerais se engajaram na literatura e dramatizaram histórias infantis para alunos de creche e pré-escola.

O desenvolvimento da imaginação e da criatividade são atribuições da leitura, destaca a coordenadora geral de Educação, Graciane Volotão. “Ao se envolver na história contada pelo livro infantil, o pequeno leitor amplia a sua visão de mundo, adquire cultura e desenvolve habilidades importantes no âmbito escolar, como escrita, pronúncia e interpretação”, conclui.

Na escola Professora Dionélia Gonçalves Santos, em Atafona, encantou aos presentes o trabalho de inclusão desenvolvido pela equipe técnica e professores. Alunos com necessidades especiais participaram da encenação das peças infantis, como: “Os Três porquinhos”, “João e Maria”, “Cinderela”, além do musical “Rosa juvenil”. A turma do 1º ano, da professora Samaris Aguiar, apresentou a peça “O Reizinho mandão”, de Ruth Rocha.

“Aproveitamos para trabalhar o tema anual: Ética e valores, e frisar a importância de interagir com os colegas, criar laços de amizade e respeito, mas, sobretudo, mostrar a importância do livro em um mundo cada vez mais tecnológico”, finaliza Samaris.

“A escola tem se empenhado para reconhecer as contradições e limitações do sistema educacional, construindo novos saberes, e visivelmente dando suporte às demandas do dia a dia em relação à convivência e aprendizagem”, destacou a diretora, Liliana Anunciação, reconhecendo, ainda, a importante participação e dinamização da equipe escolar para o desenvolvimento do projeto.

Para a orientadora educacional Adriana Melo, esses projetos contribuem para o crescimento intelectual, porque a leitura é trabalhada de forma diferenciada. “A encenação quando trabalhada desperta a criança para a reflexão e interação, percebem o corpo, o movimento e assim, vão construindo a sua aprendizagem. Trabalhar com alunos com necessidades especiais nos faz crer na inclusão, e na adaptação destes ao meio social”, pontuou.

A+   A-

Mais notícias relacionadas a Educação

Cultura e tradição no Circuito Junino
Capacitação para profissionais da Educação
Evento sobre importância do cadastramento biométrico
Alunos da rede municipal de ensino visitam o IFF
Campeão do futevôlei é exemplo entre alunos
  • Nota Fiscal Eletrônica
  • Plano Diretor
  • Banner IPTU 2017
  • Sisban