Mais de 200 pessoas no mutirão de limpeza de praias

Ação pelo Dia Mundial de Limpeza de Praia aconteceu neste sábado, em Atafona, Grussaí e Açu, coletando 300 kg de resíduos


21/09/2019 - Meio Ambiente

Previous Next

(Gabriela Hintz)

A manhã deste sábado, 21 de setembro, foi marcada pela realização do mutirão pelo Dia Mundial de Limpeza de Praia, que aconteceu em Atafona, Grussaí e Açu, simultaneamente, com participação de mais de 200 pessoas e coleta de mais de 300 kg de resíduos. O evento foi organizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente Serviços Públicos em parceria com a Agência da Capitania dos Portos (Marinha do Brasil).

Participaram alunos de escolas municipais, do Grupo de Escoteiros 129 Gemar de São João da Barra, Guarda Municipal, Defesa Civil, Rotary Club de São João da Barra, Jeep Club, além de outras instituições.

A maior parte dos resíduos era formada por sacos plásticos, tampas de garrafas e canudinhos. “A Secretaria já realiza semanalmente um trabalho de manutenção e limpeza nas praias, mas essa ação tem um caráter educativo junto a banhistas e à população”, explicou a secretária Joice Pedra, completando que também serve de alerta sobre a necessidade de proteção do ecossistema litorâneo e de toda a vida marinha, como tartarugas e golfinhos, principais vítimas deste tipo de poluição.

O capitão-tenenre Francisco Filho, comandante da Agência da Capitania dos Portos de São João da Barra, disse ter ficado feliz em cumprir essa missão. "Continuaremos apoiando esse tipo de ação, buscando preservar nossa amazônia azul, conscientizando A população de manter mares e rios sempre habitáveis, afinal mar é vida", destacou.

Para o Chefe dos escoteiros 129 Gemar, João Leandro, é sempre gratificante participar desses eventos "Esse mutirão fortalece o trabalho que já fazemos ao longo do ano com nossos escoteiros, de conscientização ambiental e da importância de manter as praias limpas”, contou. 

Em março desse ano o governo federal lançou o Plano Nacional de Combate ao Lixo no Mar, pontuando as principais ações para boa gestão de resíduos sólidos, do descarte em local adequado, da reciclagem daquilo que é passível, da reutilização, entre outras informações. De acordo com o Ministério do Meio Ambiente, Cerca de 80% do lixo que vai para o mar vem do continente  

Em Atafona a ação começou no Pontal e seguiu até as ruínas do “prédio do Julinho”. Em Grussaí e no Açu foram mais  de 2km da  orla percorridos. “Foi muito bacana participar dessa ação. É um legado para nossos filhos, que desde cedo têm a chance de ajudar a cuidar do nosso planeta”, contou Gisele Santos, moradora de Campos dos Goytacazes.