Escola de SJB conquista terceiro lugar na Fecti

Escola Municipal José Alves Barreto, de Mato Escuro, apresentou o trabalho "Direito à saúde no Brasil: Fake News e as baixas coberturas vacinais


02/12/2018 - Educação

Previous Next

(Mônica Terra)

São João da Barra mais uma vez desponta no cenário estadual de ensino ao conquistar o 3º lugar na XII Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do estado do Rio de Janeiro (Fecti), que encerrou  no sábado, 1, no Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, Campus Maracanã. A escola José Alves Barreto, de Mato Escuro, levou a premiação com o tema: "Direito à saúde no Brasil: Fake News e as baixas coberturas vacinais", na categoria 8º e 9º anos.

Desenvolvido pelas alunas Ynayara Gabriele Machado de Almeida, Karla Libian Rangel da Silva e Maria Eduarda da Silva dos Santos, com a orientação da professora Amanda de Oliveira Ferreira, e co-orientação da professora Alice Prado, o tema tratado, as famosas Fake News (notícias falsas) que circularam na internet relacionadas à imunização levando a prejuízos na saúde da população, que acreditou nas informações equivocadas sobre os efeitos das vacinas.

- Foi um momento maravilhoso, uma experiência inesquecível porque alcançamos uma colocação, pela primeira vez para a nossa escola, e isso nos incentiva a continuar estudando em busca de novos conhecimentos que nos darão base para participar de outras feiras. Espero que esse resultado incentive a todos os alunos a se dedicarem aos estudos - frisou a aluna Karla Libian Rangel.

Já a professora e orientadora Amanda Ferreira disse que “a participação em uma Feira de Ciência desse porte e o reconhecimento do trabalho conjunto com a professora Alice Prado e os alunos a fizeram ter certeza de que vale muito a pena ser professor neste país, em especial de escola pública e de qualidade".

Para a diretora da escola José Alves Barreto, Cláudia Oliveira, “Ciência se faz com paixão e determinação, e foram essas qualidades que impulsionaram o trabalho em equipe e levolara à conquista de resultados positivos para a educação”.

Segundo o secretário de Educação e Cultura, Daniel Damasceno, a participação nas feiras Municipal (Femucti) e Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (Fecti) é um enorme incentivo à iniciação científica cada vez mais precoce, com intuito de formar cidadãos que conciliem sustentabilidade e tecnologia, ampliando assim seus horizontes em termos de educação, cidadania e carreira profissional.

- Estar entre os melhores do Estado valida o trabalho que a Rede vem desenvolvendo e incentiva os alunos a continuarem se dedicando aos projetos educacionais - ressaltou.

Damasceno ainda parabenizou as escolas Amaro de Souza Paes e Chrisanto Henrique de Souza por suas participações com temas relevantes na XII Fecti, e o coordenador de projetos ambientais, Marcelo Almeida, pelo empenho.