Consultorias específicas do Cidade Empreendedora

Temas enfocados na primeira reunião da nova fase do Programa foram “Desburocratização de serviços” e “Microempreendedor individual”


07/08/2018 - Gabinete

Previous Next

(Fabrício Berto)

Em continuidade ao Programa Cidade Empreendedora, o Comitê Gestor de São João da Barra e os grupos de trabalho, formados por servidores municipais, participaram da primeira reunião de consultoria específica promovida pelo Sebrae enfocando os temas “Desburocratização de serviços” e “Microempreendedor individual”, nesta terça-feira, 7,na  sede da Prefeitura.

– Estamos iniciando a fase das consultorias e teremos, a partir de 16 de agosto, mais seis encontros para tratar de assuntos relacionados a desburocratização e microempreendedorismo – disse o vice-prefeito Alexandre Rosa, coordenador executivo do Comitê Gestor, informando que no dia 9 de agosto, em uma nova reunião, os assuntos em pauta serão “Agricultura familiar” e “Educação empreendedora”.

O analista do Sebrae, Fabrinio Gioffi Luiz, explica que essa primeira reunião foi importante para o consultor do Sebrae, especialista em desburocratização, Alexandre Amaral, entender como é o funcionamento das secretarias que estão ligadas à legalização de empresas, fazer um mapeamento e uma apresentação de como vai ser o trabalho de desburocratização no município.

“Hoje obtivemos um diagnóstico de como está o processo de legalização das empresas e como é feito esse procedimento para que, na próxima reunião, possamos apresentar e debater  possíveis soluções, como o trabalho de uma forma mais integrada através do Sistema Regin, operado pela Junta Comercial”, ressaltou Fabrinio.

A consultora do Sebrae, Adriana Barreto, comentou que, entre outros fatores, o mapeamento do procedimento de legalização de empresa possibilitou, por exemplo, um diagnóstico de quanto tempo leva para uma empresa se legalizar no município, questões sobre o alvará de funcionamento, e o que é necessário para o empresário e o contador legalizarem o negócio.

“Essas consultorias irão implementar os negócios, fazendo com que o poder público facilite a vida do microempreendedor, agilizando os trâmites”, finalizou Adriana, lembrando que, no dia 24 de agosto, terá início a consultoria de “Compras públicas” e, no mês de setembro, será sobre “Funcionamento da sala do empreendedor”.