Conscientização sobre o Abuso e à Exploração Sexual

Caminhada aconteceu na manhã desta terça-feira, reunindo cerca de 300 estudantes


21/05/2018 - Geral

Previous Next

(Mônica Terra)

Uma caminhada pelas principais ruas da cidade, com a participação de cerca de 300 alunos, chamou a atenção da sociedade sanjoanense para a campanha de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrada no último dia 18. O secretário de Educação e Cultura, Daniel Damasceno, de Assistência Social e Direitos Humanos, Alex Caetano, estiveram presentes, juntamente com suas equipes.

A mobilização teve como objetivo despertar nas crianças, jovens e sociedade em geral o interesse pelo tema, conscientizando sobre a necessidade de informar aos responsáveis casos de abusos e, posteriormente, denunciar ao Conselho Tutelar, que tomará as medidas legais.

Para o coordenador municipal de Políticas para a Juventude, João Filiphe Amaral, é preciso por um fim a esta violência. “A caminhada é um meio de divulgação, de protesto às questões de abuso e exploração sexual, que acontecem diariamente em todo o mundo, mas aqui em nosso município também. Não estamos à parte, somos estatísticas”, frisou.

A programação seguiu no CIEP 265 - Professora Gladys Teixeira, com dramatizações e apresentação de coral das escolas Amaro de Souza Paes, de Grussaí, e José Alves Barreto, de Mato Escuro. A equipe técnica do Conselho Tutelar ministrou palestra sobre a exploração e abuso sexual e chamou a atenção para os 100 mil casos por ano de abuso sexual, registrado no Brasil.

A enfermeira Hélia Vargas realizou palestra sobre doenças sexualmente transmissíveis e gravidez na adolescência. “Em caso de abuso, é preciso procurar uma unidade de saúde e tomar medida preventiva para evitar, se possível, a contaminação por DST”, disse.

Participaram alunos das escolas municipais Amaro de Souza Paes, Ciep 265 - Professora Gladys Teixeira, Domingos Fernandes da Costa, José Alves Barreto, do colégio estadual Alberto Torres, e da escola particular Rico Talento, além de funcionários das secretarias de Educação e Cultura , Assistência Social, Saúde, equipe Cras sede, entre outros.

O evento é uma iniciativa da Prefeitura e São João da Barra, por meio da Coordenação de Políticas para a Juventude e das secretarias de Assistência Social e Direitos Humanos, Educação e Cultura e de Saúde. A programação prossegue no dia 30 de maio, em Atafona, e 11 de junho, em Barcelos.