Mutirão contra o Aedes aegypti é iniciado

Residências de veranistas, que ficam fechadas na maior parte do ano em Grussaí e Atafona, foram visitadas


12/01/2018 - Saúde

Previous Next

(Fabrício Berto)

Cerca de 70 agentes de combate às endemias do Núcleo de Controle de Zoonoses (NCZ) de São João da Barra realizaram nesta sexta-feira, 12, mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti com visitas às residências de veranistas que ficaram fechadas a maior parte do ano em Grussaí e Atafona. Ações para eliminação de possíveis focos, campanhas educativas de panfletagem, recolhimento de pneu e tratamento perifocal também foram executadas.

O diretor do Núcleo de Controle de Zoonoses (NCZ), Marcos Machado, observou que para um resultado melhor da ação é preciso que moradores e veranistas abram os portões das residências para receber os agentes.

“É fundamental que todos se conscientizem da importância de receber os agentes para que eles possam observar a existência de possíveis focos do mosquito transmissor da dengue, zika vírus e chicungunya”, explicou o diretor.

No momento em que o carro fumacê estiver pulverizando as ruas, lembra Marcos, o morador deve abrir as janelas e portas. Ele alerta que o veneno tem ação certa para matar o mosquito.

Dia 19, a partir das 9h, a ação acontece na sede do município e no bairro Telê Santana, do outro lado da Lagoa de Grussaí.  Já no dia 26, no mesmo horário, Açu.


MAIS NOTÍCIAS